Mais de 201 mil homens podem ter algum tipo de câncer em 2020!

Mais de 201 mil homens podem ter algum tipo de câncer em 2020!

Novembro Azul: o desafio de encorajar os homens a terem cuidados reais com a própria saúde

Mais de 201 mil homens podem ter algum tipo de câncer em 2020

O mês de novembro já começou e com isso o movimento Novembro Azul, criado em 2003 na Austrália, volta a alertar a sociedade e, em especial os homens, quanto aos cuidados relacionados à saúde dessas pessoas. E o que se percebe é que a saúde do sexo masculino está em crise. Globalmente, os homens morrem em média 6 anos mais cedo do que as mulheres.

Medidas simples, como manter hábitos alimentares saudáveis, não fumar e praticar exercícios físicos podem ajudar a evitar ou retardar problemas de saúde, como por exemplo o câncer.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de um terço das mortes por câncer se deve aos 5 principais riscos comportamentais e dietéticos: alto índice de massa corporal, baixo consumo de frutas e vegetais, falta de atividade física, uso de tabaco e uso de álcool.

Os 5 tipos de câncer que mais acometem o sexo masculino são os classificação abaixo:

  • 1º Pele não-melanoma com 83.770 casos
  • 2º Próstata com 65.840 incidências
  • 3º Cólon com 20.520 ocorrências
  • 4º Pulmão com 17.760 episódios
  • 5º Estômago com 13.360 registros

Com isso, ao todo, 201. 250 homens podem ter algum tipo de câncer neste ano, segundo estimativa do Instituto Nacional do Câncer (INCA). Juntos esses cânceres ocasionaram, em 2018, mais de 52 mil mortes e destes 15.576 foram por câncer de próstata.

Dados mostram que tanto no Brasil como em todo o mundo, o câncer de próstata é o segundo que mais acomete os homens, perdendo apenas para o câncer de pele (não-melanoma). Mundialmente foram registrados mais de 1,28 milhão de casos da doença, em 2018, enquanto no Brasil houve o registro de 15.576 homens com essa neoplasia, no mesmo ano.

No entanto, o câncer de próstata pode ser curável se diagnosticado em fase inicial, de acordo com Diretor Clínico da Cuidados em Casa, Dr. Luiz Carlos Picca.

Por isso, homens acima de 50 anos ou a partir de 45 (se houver fatores de riscos, como histórico da doença em parente de primeiro grau), ou afrodescendentes, devem fazer acompanhamento, segundo indica a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU).

Vale observar que o câncer de próstata, pode aparecer com tumor indolente e pouco agressivos, e assim muitas vezes é silencioso e quando apresenta sintoma pode já estar em fase avançada. Por essa razão, o rastreamento do câncer de próstata permite o diagnóstico de tumores mais precoces e a cura por meio de tratamento específico chega a 90%. Entretanto, se a descoberta acontecer em estágio avançado do cancro, as possibilidades de recuperação diminuem e pode haver a necessidade de terapêuticas adicionais..

#juntoscontraocancer

#homemtambémsecuida

Colaboração especial no artigo: Selma Orosco

Equipe Cuidados em Casa

 

 

 

 

 

 

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *